Seminário apresenta cases de sucesso na pecuária de leite

Projeto de Produção Integrada de Sistemas Agropecuários (Pisa) conta com a participação de 120 famílias, de oito municípios da região

Para buscar uma maior produção leiteira, mais rentabilidade e sustentabilidade, explorando o que cada propriedade rural tem de melhor, 120 famílias estão participando do projeto de Produção Integrada de Sistemas Agropecuários (Pisa), que está sendo desenvolvido na região desde 2020. Fazendo parte desta iniciativa, aconteceu o 2º Seminário Juntos Transformando Vidas na Pecuária Leiteira, promovido pelo Juntos para Competir (Farsul, Senar e Sebrae), juntamente com Sicredi, Cresol, Cotrifred e prefeituras da região. O evento foi realizado na terça-feira, 24, no Salão de Atos da URI, Câmpus de Frederico Westphalen/RS.

Durante a programação, que reuniu mais 200 pessoas, foram apresentados cases de produtores que já alcançaram diversos resultados positivos, desde a implantação da metodologia nas suas áreas de produção. Também, foram ministradas as palestras “A contribuição da metodologia Pisa para a rentabilidade da atividade leiteira”, com o professor Paulo César Carvalho (Aliança Sipa e UFRGS), e “Cenários de mercado e desafios para a competitividade e sustentabilidade do leite brasileiro”, com o engenheiro-agrônomo e coordenador da Aliança Láctea Sul-brasileira, Airton Spies.

Um dos participantes do projeto, Samuel Biribio, morador da linha Roncador, em Iraí/RS, ressaltou durante o seminário os avanços após aplicar a metodologia da iniciativa. “O Pisa trouxe um desenvolvimento muito grande para nossa propriedade, que evoluiu por meio do nosso conhecimento e aplicação das técnicas da metodologia. Este crescimento não foi apenas na produção, mas também na nossa forma de pensar, pois pelas consultorias e resultados, vimos que é possível ter uma vida digna, sustentável e rentável, a partir da utilização dos manejos corretos, agregando também qualidade de vida à nossa família”, frisa o produtor.

Para melhorar a produção, os agricultores mudaram o sistema de manejo, fizeram melhoramento genético, se preocuparam com o bem-estar animal e apostaram no pastoreio rotatínuo.  

Um dos palestrantes, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Paulo Carvalho, comenta sobre a evolução do programa na região. “Por meio das visitas e depoimentos, temos certeza que o Pisa está transformando vidas nas propriedades, pois os produtores estão produzindo mais, com menor custo, apostando em uma metodologia que aumenta também a sustentabilidade, mas ao mesmo tempo mantendo-as competitivas”, enaltece Carvalho.

O Pisa, que é uma filosofia de produção, é desenvolvido gratuitamente durante quatro anos. Fazem parte deste cronograma de ações palestras, cursos e consultorias nas propriedades. O programa já atendeu produtores de 134 municípios, somando mais de três mil propriedades, todas, conforme Carvalho, com resultados satisfatórios.

Veja também

Publicado há 3 meses, em 15/01/2024

Programa Capacitar oportuniza formação a mais de 10,5 mil associados em 2023

Publicado há 6 meses, em 19/10/2023

Capacitar beneficia mais de 5,3 mil associados nos últimos três meses

Publicado ontem - 16/04/2024

Com apoio do Sicredi, Coopersul Frutas é lançada oficialmente